Foz do Iguaçu está entre as dez cidades do mundo que oferecem estadia mais sustentável

A cidade paranaense é a única cidade da América do Sul a figurar na lista da Plataforma do Booking, que considerou os estabelecimentos com o selo “eco friendly”.

 

A cidade de Foz do Iguaçu (PR), uma das joias naturais do Brasil, é um dos dez destinos de viagem do mundo para uma estadia mais sustentável. A cidade é a única representante da América do Sul no levantamento da plataforma Booking.com, que considerou o número de estabelecimentos hoteleiros com o selo “eco friendly”, do programa Viagens Sustentáveis concedido pelo site.

Os outros nove destinos de viagem para uma estadia mais sustentável são: Merano, na Itália; Tainan, em Taiwan; Santa Marta, na Colômbia; Stellenbosch, na África do Sul; Charlotte, nos Estados Unidos; Hanmer Springs, na Nova Zelândia; Munich, na Alemanha; Nusa Penida, na Indonésia e Salzburg, na Áustria.

Conhecida pelas quedas d’águas das Cataratas do Iguaçu, Foz do Iguaçu está situada na região turística da tríplice fronteira, abrangendo Brasil, Paraguai e Argentina. A principal atração da cidade são as Cataratas, localizadas no coração do Parque Nacional do Iguaçu e que ostentam o título de Patrimônio Natural da Humanidade, concedido pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO).

Com uma média anual de mais de um milhão de turistas, a cidade possui um legado histórico de conservação ambiental e práticas sustentáveis. Com sua rica biodiversidade e belas paisagens, Foz do Iguaçu se destaca por equilibrar o turismo com a conservação ambiental. Outros atrativos turísticos do local são a Itaipu Binacional, o Parque das Aves e o Marco das Três Fronteiras.

Turista Sustentável – O Booking.com pesquisou também sobre o perfil do turista atual. Segundo o levantamento 95% dos viajantes brasileiros declaram ser importante para eles viajar de forma mais sustentável. Em um terceiro estudo, a plataforma também mostrou que 84% dos viajantes no Brasil querem que as agências de viagem ofereçam opções mais sustentáveis. Em 2022 esse percentual era de 76%.

Pauta Prioritária – O desenvolvimento sustentável do turismo é das prioridades do Brasil, que se preocupa em proteger os recursos naturais para as gerações futuras, e em impulsionar uma indústria do turismo mais ética e comprometida com o equilíbrio entre o desenvolvimento econômico e a conservação do meio ambiente.

Buscando fomentar cada vez mais esse perfil no setor nacional, o Ministério do Turismo (MTur) adota várias iniciativas na área. Uma delas é a participação inédita da Pasta na construção interministerial do Plano para Prevenção e Controle do Desmatamento da Amazônia (PPCDAm), liderado pela Casa Civil da Presidência da República e coordenado pelo Ministério do Meio Ambiente e Mudança do Clima (MMA).

Outra ação nesse sentido, foi a criação, desde o início de 2023, da Secretaria Nacional de Planejamento, Sustentabilidade e Competitividade no Turismo dentro da Pasta, voltada à organização de ações de fortalecimento do turismo sustentável no país.

O Ministério do Turismo também disponibiliza o Mapa Brasileiro do Turismo Responsável, que destaca roteiros, experiências e destinos turísticos de todo o país com boas práticas de sustentabilidade e estimula a difusão de ações. O sistema serve de referência para novas soluções e investimentos públicos e privados na área, além de representar uma importante fonte de consulta a turistas e à sociedade civil em geral.

Assessoria de Comunicação do Ministério do Turismo

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn

Posts relacionados

Foz do Iguaçu recebe o FIV2024

Pela primeira vez, o Brasil é sede de conferência internacional técnica e científica da área de engenharia Foz do Iguaçu é sede do 10º Simpósio Internacional de Interação Fluido-Estruturas, Interações