Iguazu Falls - Things to Know

O Que Saber

As Cataratas do Iguaçu localizam-se entre dois países: Brasil e Argentina. As águas do Rio Iguaçu, que formam as quedas d’água, resolveram compartilhar a sua beleza nos dois territórios e é por isso que é possível visitar as Cataratas tanto do lado brasileiro quanto do lado argentino. Pode-se escolher qual visitar ou então ir em ambos. São duas belíssimas experiências, com visões complementares das quedas. Seja qual lado você for, com certeza vai se impressionar com os 2,7 km (1,7 milhas) das Cataratas do Iguaçu. A altura das quedas varia entre 60 metros (200 PES) e 82 metros (269 PES) e a média de fluxo de água é de 1.800 m³/s. 

Grande parte da água das Cataratas cai na chamada “Garganta do Diabo”:  um abismo de 82 metros de altura, 150 metros de largura e 700 metros de comprimento. 

Além de contemplar a paisagem, há também os passeios opcionais. Veja mais em “Atividades e Aventuras”. 

Quando visitar?

As altas temporadas acontecem nos meses de julho, dezembro, janeiro e fevereiro. Não há uma variação tão significativa de preços com relação a alimentação e atrativos. Os passeios, por exemplo, têm valores fixos. A não ser que algum deles lance uma promoção (Veja mais no menu “Ofertas Especiais”). Quanto ao clima, primavera e outono têm temperaturas amenas (15 a 27 graus celsius). A temperatura do inverno varia bastante (há dias de muito sol, com temperaturas de 15 graus celsius, mas há dias de frio, com temperatura média de 5 a 7 graus celsius). O verão é quente: temperatura acima de 30 graus celsius com sensação térmica que chega a 40 graus celsius. As chuvas costumam ser bem distribuídas durante o ano, com uma pequena redução no inverno. Estações do ano: primavera: 23 de setembro, verão: 22 de dezembro, outono: 20 de março e inverno: 21 de junho.

Valores de ingressos, horário de funcionamento e mais informações: 

Cataratas do Iguaçu – Brasil
https://cataratasdoiguacu.com.br/

Cataratas do Iguaçu - Argentina
https://iguazuargentina.com/po/parque-nacional-iguazu

Dicas 

  • Nós indicamos que quando você passar pela passarela que leva à “Garganta do Diabo”, aproveite para se refrescar e se molhar com as gotas de água que vêm das quedas! É purificador! Mas, para quem não quer se molhar, é possível comprar capas de chuva na loja ou levar o acessório. Ao final do passeio, guarde sua capa ou, caso vá descartá-la, jogue nas lixeiras específicas, para que sejam dirigidas à reciclagem.
  • Não jogue moedas nas Cataratas. Além do metal soltar substâncias que contaminam a água, os pássaros as confundem com peixes e as ingerem, o que causa mortalidade das espécies. Sua sorte virá sem gastar dinheiro à toa! Só o banho de Cataratas já garante uma purificação na sua vida!  
  • Não alimente os animais. Os quatis, por exemplo, vão querer pegar sua comida e muita gente tenta alimentá-los para tirar fotos divertidas. Mas, cuidado! Além deste tipo de alimentação fazer mal para os bichinhos, eles são irracionais. Não cutuque, provoque ou tente passar a mão.
  • Tênis ou sandálias baixas são ideais para o passeio! Lembrando que, provavelmente, seu tênis vai ficar molhado.
  • Em feriadões ou alta temporada, tenha paciência e lembre-se que você está curtindo uma bela folga. Nesses períodos, o fluxo de turistas é maior. Então, relaxe, curta a paisagem, se ofereça para tirar fotos de uma família que esteja visitando as Cataratas. Aproveite a oportunidade para conhecer pessoas e fazer novos amigos.

Experiência

Leia tudo sobre as melhores coisas para fazer Ver Blog

Como é o clima no Destino Iguassu?

3 minute read

Encantos do canteiro central da Avenida Jorge Schimmelpfeng

3 minute read

Sete ideias para renovar as energias em Iguassu

5 minute read

Exploradores argentinos, em visita ao Salto São João no atual Parque Nacional do Iguaçu, na época da Colônia Militar do Iguassú

22 de novembro: Lembrando os 130 anos da fundação da Colônia Militar do Iguassú

3 minute read

Foz do Iguaçu completou 105 anos

9 minute read

Parque do Monjolo, um ponto de encontro em Foz do Iguaçu — Living Like a Local

5 minute read