Dentre as propostas da Gestão 2018-2019 do Iguassu Convention & Visitors Bureau está o fortalecimento da Instituição. Para isso, os Conselhos gestores da entidade uniram-se em comissões, visando o incremento de receitas e o fortalecimento do diálogo com os associados.

As Comissões contam com membros dos Conselhos Diretor, Deliberativo e Fiscal e, de acordo com a necessidade, são convocadas outras empresas associadas para participação. A Comissão de Incremento da Receita já realizou um diagnóstico das receitas do Iguassu CVB e passa agora a discutir uma série de propostas para esse incremento, dentre elas está a aproximação da hotelaria de Foz do Iguaçu, agentes arrecadadores da Taxa de Turismo, uma contribuição facultativa, cobrada por diária, dos hóspedes dos hotéis associados; e, a captação de novos associados.

[caption id="attachment_12516" align="alignleft" ] O presidente do Conselho Superior do Iguassu CVB, Eduardo Bressane[/caption]

A Comissão que analisa os procedimentos de captação e apoio a eventos já analisou a metodologia utilizada pela equipe técnica da Instituição. O objetivo é tornar claro aos associados como o Iguassu CVB distribui as oportunidades nesse setor. Uma vez que a Entidade tem como princípios a imparcialidade e o foco nos associados, seus colaboradores adotam uma série de medidas que visa atração de mais eventos para o Destino e a distribuição das oportunidades de negócios geradas por esses, entre seus associados.

Segundo Eduardo Bressane, presidente do Conselho Deliberativo e dirigente dessas comissões, a proposta dos grupos é discutir soluções que contribuam para o pleno desenvolvimento do Iguassu CVB. “As primeiras reuniões foram bastante ricas em informações e sugestões, o que nos deixa animados em relação aos resultados que podemos alcançar”, afirmou.