O Iguassu Convention & Visitors Bureau, Itaipu Binacional, Fundo de Desenvolvimento e Promoção Turística do Iguaçu e Secretaria de Turismo - entidades que compõem a Gestão Integrada do Turismo de Foz do Iguaçu - assinaram no dia 14 deste mês, o Plano de Trabalho da Gestão Integrada do Turismo de Foz do Iguaçu para 2018.

O plano anual prevê ações a serem executadas no período, com identificação detalhada de atividades, metas, fases de execução, cronogramas físicos e financeiros. No total, estão previstos R$ 38,8 milhões de investimentos no plano, sendo que a Itaipu responde por 62% desse montante (R$ 24 milhões).

O objetivo da Gestão Integrada é promover o turismo no Destino Iguaçu em todas as suas dimensões, apoiando o crescimento e fortalecimento do setor. O caráter multi-institucional faz da Gestão Integrada a principal ferramenta de planejamento, elaboração, execução e monitoramento das demandas, ações e projetos turísticos de Foz do Iguaçu.

Entre as iniciativas está a construção do Mercado Municipal, que deve ser entregue em junho de 2019. Outra ação prevista no pacote é a implantação de e-Gates nas aduanas do Brasil com a Argentina e o Paraguai. Os e-Gates são portões eletrônicos que permitem conferir as informações do passaporte, com chip eletrônico, e fazer o reconhecimento biométrico facial do passageiro.

O plano também contempla o projeto executivo para extensão da pista do Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu, que passará de 2.195 metros para 3 mil metros. No futuro, a ampliação permitirá voos diretos, sem escala, para Estados Unidos e Europa.

Texto e foto: Divisão de Imprensa/Itaipu Binacional