A partir de 01 de agosto estão liberados eventos com até 500 pessoas. Em setembro, esse número sobe para 800. Em outubro, até 1000 e em novembro com até 70% da capacidade do espaço, sem limite de número de participantes

Uma das notícias mais aguardadas pelo setor turístico de Foz do Iguaçu, foi divulgada na manhã desta sexta-feira (09/07), a flexibilização para a realização de eventos. A partir de agora, o município conta com um cronograma de liberação e prevê avanços gradativos, passando mais segurança aos organizadores de eventos e profissionais da área. 

A atitude era esperada com ansiedade pelo setor, que há muito defende a definição de datas claras, uma vez que o segmento de Turismo de Negócios e Eventos, também conhecido como segmento MICE (Meetings, Incentives, Conferences and Exhibitions), precisa de tempo para o planejamento de suas ações. Para o presidente do Visit Iguassu, Felipe Gonzalez, a decisão traz mais tranquilidade a um setor que passou por momentos de muita incerteza nesses últimos 16 meses. 

“Há meses esperamos por esse anúncio. Sabemos do receio que havia em torno da liberação, mas o município demonstra e comemora números sobre a vacinação e já estava na hora de dar uma dose de ânimo a um setor que precisa trabalhar com calendário mais ajustado. Agora, esses profissionais irão abrir os debates sobre contratações de serviços, visitas de inspeções, orçamentos e tudo que envolve o segmento. Isso, automaticamente, renova as esperanças de uma retomada certa e continua de eventos, recuperação de empregos no setor e distribuição de renda para a região”, avalia Gonzalez. 

Um calendário de flexibilização é um pedido do setor de turismo para voltar a apresentar a cidade como uma opção de eventos ainda para 2021 e é tido como um passo importante para a recuperação do desenvolvimento econômico de Foz do Iguaçu e região. O turista de eventos movimenta economicamente até 4x mais que o turista de lazer, e para o Destino Iguaçu o fluxo desses dois perfis é imprescindível para o equilíbrio.  

 

Já começou 

Prova da vontade do setor para o reinício das atividades, é que o Visit Iguassu nos últimos meses vem recebendo uma série de consultas e pedidos para visitas de inspeção. Essas visitas são a forma de apresentar equipamentos e serviços disponíveis para compradores – os organizadores e promotores de eventos -, para que os mesmos iniciem o processo de planejamento de seus eventos.

Somente na última semana, o departamento de Eventos do Visit Iguassu recebeu 3 visitas de clientes de eventos, com direito a rodada de negócios com os associados da entidade. São eventos que irão acontecer em 2022, 2023 e 2024.  “Agora, nosso trabalho que nunca parou, vai ganhar mais corpo e passamos a apresentar o Destino como um forte corrente frente aos demais e, em breve, acreditamos em números mais que positivos. Para isso, oferecemos o que temos de melhor: atratividades, espaços com excelente infraestrutura e boa competitividade”, afirma o presidente do Visit Iguassu. 

Confira como ficou a flexibilização 

01 de agosto - eventos com até 500 pessoas

01 de setembro - eventos com até 800 pessoas

01 de outubro - eventos com até 1.000 pessoas

01 de novembro - Liberado para qualquer número de participantes, respeitando a capacidade máxima de 70% dos espaços.

Todos os eventos deverão seguir rigorosamente os protocolos sanitários estabelecidos.