Que Parque Nacional do Iguaçu queremos? Para debater o tema, o Parque Nacional do Iguaçu (PNI) e o Iguassu Convention & Visitors Bureau promovem, no Hotel Carimã, em Foz do Iguaçu, o Fórum de Uso Público e Conservação para debater sobre os desafios e aspirações dos atores locais e regionais alinhados às características e potencialidades da Unidade de Conservação Federal. O encontro começou nesta quarta-feira (04) e segue com palestras, painéis de debates e oficinas até sexta-feira (06).

O chefe do PNI, Ivan Carlos Baptiston deu início à programação e na sequência, o presidente do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Ricardo Soavinski fez a palestra de abertura. Ao lembrar que em 2017 o instituto completa uma década de existência, ele elogiou o trabalho desenvolvido pelas empresas concessionárias e disse que um dos desafios de agora em diante é diversificar ainda mais as atividades recreativas na Cataratas do Iguaçu. Outro aspecto apontado por Soavinski diz respeito às melhorias em segurança e acessibilidade para contribuir para o crescimento do fluxo de visitantes. "Já que o momento é a revisão do plano de manejo é necessário pensar em novos investimentos para melhorar a estrutura já existente", ponderou o presidente do ICMBio.

Palestrantes - Entre os palestrantes nacionais e internacionais convidados estão o professor da Universidade de Montana (EUA), Stephen Mccool; a professora da UEPG, Jasmine Moreira; o biólogo e pesquisador, Rogério Cunha de Paula; o biólogo e pós-doutor em Estudos de População e Ambiente pela Unicamp, Ismael Nobre e a coordenadora do Programa Mata Atlântica do WWF- Brasil, Anna Carolina Lobo. O público presente no Fórum também assistiu painéis com a coordenadora geral de Turismo Responsável e de Sustentabilidade no Ministério do Turismo, Isabel Barnasque e o especialista em Áreas Protegidas, James Barborak, com experiência de 35 anos em toda a América Latina. O encerramento do primeiro dia da programação coube ao professor e consultor Wilson Nobre.

Programação - Nesta quinta e sexta-feira (dias 05 e 06), serão realizadas oficinas de trabalho direcionadas ao conselho consultivo do Parque Nacional, a órgãos públicos e a entidades diretamente vinculadas aos temas do evento. A participação nessas datas será mediante convite.

Sob a coordenação técnica do ICMBio, o fórum conta com o apoio de Itaipu, Fundo Iguaçu, Cataratas S/A, Belmond Hotel das Cataratas, Parque das Aves, Helisul, Macuco Safari e Ecoaventura. A Adetur e as prefeituras de Foz do Iguaçu, Capanema e Serranópolis do Iguaçu também contribuem para o evento.

Fonte: Assessoria de Imprensa Iguassu CVB - Jornalista Responsável: Andréa David (MTB 3059)

(Foto: Divulgação Iguassu CVB)