Projeto Visão Iguassu avança e convida representantes do Brasil, Paraguai e Argentina a trabalhar em conjunto

Profissionais da hotelaria, atrativos turísticos e entidades que compõem o Comtur de Foz do Iguaçu (Conselho Municipal de Turismo), juntos à organizações e empresários de Puerto Iguazú (Argentina) e Ciudad del Este (Paraguai) participaram de um workshop no Recanto Cataratas Resort & Convention. Uma oficina foi realizada entre os dias 12 e 14 deste mês para elaborar o planejamento estratégico com visão de longo prazo a fim de levar Iguaçu a um novo patamar como um destino de vanguarda e adaptado ao perfil dos turistas, considerando suas novas necessidades e interesses, de acordo com as tendências mundiais.

Durante os três dias, os participantes debateram diversos temas relacionados ao Destino e responderam às perguntas sobre quais as características e emoções que os turistas sentem e devem sentir ao conhecer os atrativos. Um dos destaques do workshop foi a participação de gestores de empresas e de organizações do Brasil, Paraguai e Argentina. “A ideia é que o planejamento seja feito coletivamente e de que daqui por diante seja cada vez mais trabalhada a integração e, sobretudo, a ideia de que em uma única viagem, o turista possa viver experiências nos três países”, disse o consultor Paul Vallee.

[caption id="attachment_12594" align="aligncenter" ]           Cerca de 40 participantes do Brasil, Paraguai e Argentina                          participaram da segunda etapa do projeto Visão Iguassu[/caption]

Desdobramento - O encontro foi um desdobramento do trabalho iniciado em novembro do ano passado, voltado para a criação e desenvolvimento de ações para promoção e fortalecimento do turismo para a próxima década. O projeto denominado Visão Iguassu é uma iniciativa da Gestão Integrada do Turismo, composta pelo Fundo de Desenvolvimento e Promoção Turística do Iguaçu, Itaipu Binacional, Iguassu Convention & Visitors Bureau e Secretaria de Turismo. O processo conta com o apoio de consultorias internacionais especializadas em planos de marketing de destinos, levantamento de melhores práticas no setor de turismo e branding.

Confira as opiniões de alguns dos 40 participantes do encontro:

“O Visão Iguassu é a oportunidade de trabalharmos de forma mais integrada. Os três países oferecem diversas opções e cada um tem características próprias. Isso torna Iguassu um destino multicultural com atrações para diversos perfis de turistas.

Gustavo Riego, diretor-executivo do Ciudade del Este e región Convention & Visitors Bureau

“É muito importante esse trabalho para o fortalecimento da visão de Foz do Iguaçu, Puerto Iguazú e Ciudad del Este como um único destino, de forma que nos faz repensar o turismo na região”.

Carlos Silva, conselho deliberativo do Iguassu CVB

 

[caption id="attachment_12595" align="aligncenter" ]              Jaime Nascimento, presidente do Iguassu CVB[/caption]

Do ponto de vista técnico, os consultores trouxeram grandes contribuições para as discussões dessa segunda etapa do Visão Iguassu. Percebe-se claramente que há uma excelente preparação e assimilação do que eles observam aqui. É possível notar também um avanço das questões estratégicas que resultaram em três dias muito produtivos. O que me surpreendeu de uma forma muito positiva foi a participação de todas as instituições e todas as forças do turismo representadas, tanto em número, quanto em qualidade”.

Jaime Nascimento, presidente do Iguassu CVB

“A segunda etapa foi muito boa e importante, pois me senti parte da região. Apesar de no passado a região trinacional não trabalhar tanto em conjunto como poderia, é saudável e oportuno que isso esteja acontecendo, de forma mais madura. Juntos vamos trabalhar para que o turismo seja mais visto como ele realmente é.”

Elva Ferrero, coordenadora da Câmara Técnica de Turismo do Codeleste

“O mais importante nesse processo de reconstrução da marca é de que ela seja forte e expressiva, a ponto de que a pessoa que estiver em qualquer lugar do mundo, que procura um lugar para viajar ou que busca informações sobre o Destino Iguassu, consiga imaginar o que vai encontrar e sinta o desejo de estar aqui”.

Alexandre dos Santos Pacheco, gestor de turismo da Itaipu Binacional

[caption id="attachment_12596" align="aligncenter" ]                       Marcelo Almada, diretor da organização Visit 7 Wonders[/caption]

 “Iguassu hoje é considerado um dos melhores destinos da natureza do mundo, mas as três fronteiras ainda precisam trabalhar mais em conjunto para promoverem o turismo. O Visão Iguassu vem ao encontro dessa necessidade e serve como alinhamento de ideias e integração”.

Marcelo Almada, diretor da organização Visit 7 Wonders

“Fiquei surpresa com o número de participantes ainda maior nessa etapa, tanto dos parceiros dos outros países, quanto das instituições, além do envolvimento de todos. No workshop somos desafiados a refletir e traduzir as informações de tudo que temos a oferecer aos turistas. A consultoria traz boas ideias, observando outros destinos e informações com base em estudos e pesquisas. Isso nos dá confiança para que possamos construir nossa marca e as estratégias para o crescimento do Destino Iguassu”.

Jurema Fernandes, diretora-administrativa do Parque das Aves e diretora-financeira do Iguassu CVB

“O Destino Iguassu pode ganhar um reconhecimento mundial, não somente pelas Cataratas, e sim pela união e as histórias dos países que a compõem. Ao trabalharmos de forma integrada, vamos fortalecer a região, pois temos um menu amplo de opções. Um país complementa o outro e faz com que o destino seja mais atraente, para que assim, o tempo de permanência e o número dos visitantes também aumente”.

Tamara Shirley, Ministério do Turismo da Argentina, escritório regional de Missiones