O Destino Iguaçu está presente na Feira Internacional de Turismo da América Latina, de 1º a 4 de outubro, em Buenos Aires. Foz do Iguaçu e região estão representados por 14 empresas dentre hotéis, agências e atrativos mantedores do Iguassu Convention & Visitors Bureau em uma das feiras mais importantes do turismo na América Latina.

Durante os quatro dias de atividades intensas, a FIT Buenos Aires deve receber mais de 90 mil visitantes, entre o público geral e os profissionais do turismo. São profissionais que procuram informação e contatos de primeira mão para escolher as férias dos sonhos ou então para concretizar novos e melhores negócios.

O Destino do Iguaçu está representado pelos profissionais da  Cassinotur, Continental Inn, Duty Free, Falls Galli Hotel, Gacci Turismo, Hotel Bandeira, Macuco Safári, Mirante Hotel, Nadai Confort Hotel, Panorama Acquamania Family Hotel, Parque das Aves, Rafain Churrascaria, Rafain Palace Hote & Convention, Recanto Cataratas Thermas Resort & Convention, Turismo Itaipu e Whyndham Golden Foz Hotel.

A FIT 2016 tem como objetivos promover destinos e produtos, apresentar novidades e estratégias, gerar novas relações comerciais, expandir empreendimentos, consolidar redes em mercados internacionais e regionais, difundir ofertas e concretizar vendas. Reconhecido por toda a indústria do turismo, o evento também é uma oportunidade para estabelecer ou reafirmar relações com meios de comunicação especializados, identificar novos parceiros estratégicos e fornecedores.

Segundo o diretor executivo do Iguassu CVB, Basileu Tavares, através da participação nesta edição da FIT Buenos Aires dá-se continuidade à Campanha Foz do Iguaçu Destino del Mundo - Víve esta energía, iniciada em maio deste ano, através da realização de dois road shows no interior da Argentina e complementada através de ações com a imprensa argentina e mídias sociais.

“A campanha, que passou pelas cidades de Salta, Mendoza, Córdoba, Santa Fé e Rosário, já gerou resultados, no mês de julho, 42% dos visitantes que ocuparam nossos hotéis eram estrangeiros e dentre estes 70% eram argentinos. A expectativa agora é de que esta frequência do turista argentino continue a aumentar”, afirmou.