Representantes de Foz do Iguaçu (Brasil), Ciudad del Este (Paraguai) e Puerto Iguazu (Argentina) conheceram iniciativas na Itália e Espanha

 

O Innovact é um projeto organizado pela União Europeia (UE) para facilitar a aprendizagem intercontinental. O objetivo é de que os participantes das regiões fronteiriças da Europa e América Latina possam fazer um intercâmbio de experiências com vistas à inovação. Assim, é promovida a cooperação transfronteiriça com base em exemplos concretos, melhores práticas, planos de ação e cadeias de valor como turismo, educação e comércio.

Elaine Tenerello, Gerente de Visitors do Visit Iguassu, foi uma das participantes da comitiva e destacou que, com apoio do Innovact, o grupo identificou diversas oportunidades e desafios para o desenvolvimento da região. “O próximo passo será a apresentação de um plano de trabalho que será construído em conjunto com os Conselhos de Desenvolvimento dos 3 países (Brasil, Argentina e Paraguai) e identificará as linhas estratégicas para a consolidação de projetos e ações pontuais e efetivas que permitirão que a região trinacional do Iguassu se consagre cada vez mais como polo turístico e de desenvolvimento econômico e sustentável”.

Os resultados esperados são voltados à capacitação dos participantes sobre as boas práticas europeias de cooperação transfronteiriça em relação a articulação institucional, atividades de inovação, empreendimentos, associações, apoio a clusters, negócios, ciência e tecnologia, além do fortalecimento de vínculos entre as instituições latino-americanas com seus parceiros europeus.

Participaram da ação 10 convidados por área fronteiriça da América Latina (Argentina, Brasil, Bolívia, Equador, Peru e Paraguai). O Visit Iguassu foi representado pela Gerente de Visitors Elaine Tenerello. Outros participantes foram: Fernanda Fedrigo (Polo Iguassu), Linda Teiyen (Presidente do Codeleste – Paraguai), Pablo Bauza (Codespi – Puerto Iguazu), Leopoldo Lucas (ITUREM), Sergio Maciel (Ministério de Turismo da Argentina), Aldo Carvalho, Juan Carlos Alberini e Izoulet Cortes (Paraná Turismo).

Quando o assunto é turismo, as tendências europeias se baseiam no crescimento sustentável, na tecnologia e nas novas habilidades na formação dos recursos humanos. Além disso, todos concordam que a importância da sustentabilidade para a competitividade e o trabalho entre os setores público e privado. Entre 16 a 18 de outubro, as visitas aconteceram na Itália, em Venecia Lido, um projeto sustentável que busca promover o desenvolvimento sustentável do turismo em um ecossistema frágil. Na sequência, os participantes visitaram Údine, Trieste, Gorizia e Aquileia, dessa vez, para conhecer os projetos de turismo entre as regiões fronteiriças da Itália, Eslovênia, Áustria e Croácia, com foco no turismo digital.

 

Com informações do site cvinoticias.com