O Iguassu Convention & Visitors Bureau e o Rio Convention & Visitors Bureau se uniram para atrair mais visitantes norte-americanos. As duas entidades participaram de forma conjunta da New York Times Travel Show, uma das maiores feiras de viagens de lazer dos Estados Unidos, e promoveram um coquetel para cerca de 100 convidados, entre operadores e mídia. Os participantes deste tiveram a oportunidade de ouvir Samantha Brown, renomada apresentadora de programas de viagem dos Estados Unidos, falando de suas experiências no Brasil.

O evento em conjunto, aconteceu na Churrascaria Plataforma, em Nova Iorque, e tinha uma mensagem clara transmitida pelos executivos do Rio e de Iguaçu quanto à derrubada do visto de forma definitiva para os norte-americanos em visita ao Brasil. “Conseguimos junto ao nosso governo uma janela que pode ser apenas uma abertura inicial, ajude-nos a mostrar ao governo brasileiro a importância de acabar com a obrigatoriedade do visto. Aproveitem o período das Olimpíadas, visitem nosso país, venham para o Rio de Janeiro e para Foz do Iguaçu, o momento é mais que favorável, principalmente pela variação cambial”.

Para reunir uma gama de convidados qualificados, a ação foi organizada com o apoio do Escritório Brasileiro de Turismo de Nova Iorque, coordenado por Miguel Jeronimo; e pela Travel Smith, uma companhia de artigos para viagens com a qual Rio e Iguaçu mantêm uma campanha de promoção nos EUA.

União

Altino Voltolini, presidente do Iguassu CVB, destaca a importância das ações em conjunto e como destinos ditos “concorrentes” podem beneficiar um ao outro. “A parceria entre Rio de Janeiro e Foz do Iguaçu é muita assertiva, uma vez que o turista internacional não vem ao Brasil para visitar um único destino. Nessa parceria unimos uma Maravilha do Mundo e uma das 7 Novas Maravilhas da Natureza, formando um roteiro imperdível e inesquecível de lazer”.

New York Times Travel Show

Além da ação direta e exclusiva, os representantes dos dois destinos atuaram na New York Times Travel Show, que esse ano recebeu quase 30 mil viajantes e profissionais da indústria para três dias de relacionamento, negócios e aprendizagem. O número de profissionais presentes na edição de 2016 foi um dos mais elevados dos últimos anos. Quase 8,5 mil profissionais da indústria do turismo estiveram na exposição, entre eles 525 organizações, representando mais de 150 países.

Para o diretor Executivo do Iguassu CVB, Basileu Tavares, essa presença em feiras e ações junto ao mercado norte-americano deve provocar e incentivar a vinda desse público ainda em 2016. “Teremos 90 dias livres da obrigatoriedade de visto para os americanos, liberação concedida pelo Governo Federal no período de 1º de junho a 18 de setembro. Queremos com isso, aliado a um câmbio mais favorável a eles, um incremento significativo de visitantes daquele país”.

A presença de Foz do Iguaçu e Rio de Janeiro nesta feira representou o retorno do Brasil, com uma presença mais forte neste mercado, ampliando as oportunidades de relacionamento com entidades, operadores e mídia norte-americanos. Um exemplo dessa abertura foi a aproximação com os membros da USTOA - United States Tour Operators Association, assim como com a Virtuoso - uma rede mundial de líderes do mercado de viagens de luxo.

Esse contato direto já trouxe resultado ao Destino Iguaçu. No mês passado, uma parceria com a Virtuoso permitiu a realização de um treinamento on-line, onde diretamente da sede do Iguassu CVB, a coordenadora de Visitors, Célia Andrade, falou em vídeo conferência aos mais de 50 agentes convidados nos Estados Unidos. Foram apresentadas as mais diversas atratividades e formas de venda do Destino. A ideia é criar uma aproximação com o mercado e facilitar a venda do produto Iguaçu aos americanos. O Webinar (junção da palavra Web + Seminário, ou seja, um seminário on-line) foi apenas o começo de uma parceria que ainda deve render muitos benefícios para a região trinacional.

Trabalho de campo

Durante os três dias de feira, os representantes de Foz do Iguaçu puderam conceder entrevistas às mídias parceiras da feira, apresentando o Destino para o mercado americano. Já no estande cooperado, a função principal foi convidar o maior número de pessoas para conhecer a Terra das Cataratas. Atitude que já vem dando resultado. Através dos feedbacks, vários relatos de pessoas que já estão com viagens marcadas para o Brasil.

De forma institucional, participaram da feira o Iguassu CVB (Basileu Tavares - Diretor Executivo); Secretaria Municipal de Turismo de Foz do Iguaçu (Jandira Pastorello - Coordenadora de Marketing); Rio CVB (Michael Nagy - Presidente Executivo e Marcos Fialho - Assistente de Congressos e Eventos).

A participação foi cooperada, encabeçada pelas entidades, que, por sua vez, convidaram seus associados. De Foz do Iguaçu participaram: Belmond Hotel das Cataratas; Martin Travel;  Rafain Palace Hotel; e Recanto Cataratas Thermas Resort & Convention. Do Rio de Janeiro: Belmond Copacabana Palace; Marina Palace; e Porto Bay.

Um mercado a ser conquistado

Nos últimos três anos, Foz do Iguaçu vem recebendo cerca de 40 mil visitantes americanos, segundo os dados do ICMBio. As estatísticas também apontam um crescimento médio anual na casa dos 10%. Dados que colocam os EUA como o primeiro país fora da América do Sul em envio de turistas para as Cataratas do Iguaçu, o terceiro no ranking internacional.

Mesmo com um crescimento considerável anualmente, se comparado com os dados apresentados pela EMBRATUR, o volume de visitantes que ingressam no Brasil se comparado com os que acessam o Parque Nacional do Iguaçu é de apenas 5%, o que coloca o norte-americano como um mercado a ser conquistado e com ampla possibilidade de crescimento para o Destino Iguaçu.